Tamanho do pênis e a fimose

Os homens tem um problema quando o tamanho do seu pênis não é o tamanho desejado. Na verdades essa mania de ter um órgão masculino grande já vem desde criança, quando zoam o amiguinho chamando ele de “pinto pequeno”. Com o passar o tempo isso pode virar um problema para o homem, que acaba procurando meios de como aumentar o tamanho do pênis.

Isso se torna um problema para o homem quando ele começa a se sentir inseguro. Quando o homem está inseguro no relacionamento, o estresse causado pela insegurança pode sofrer de alguma  impotência temporária.

Há maneiras diferentes de se ter o aumento peniano no homem, neste artigo iremos abordar talvez a maneira mais simples, porem muito eficaz de acordo com milhares de clientes.

Como aumentar o tamanho do pênis com gel

Você deve estar se perguntando, aumentar o tamanho do pênis naturalmente com gel? Isso é possível, realmente funciona? Sim. O gel macho man funciona muito bem e muitos clientes satisfeitos. Com mais de um milhão de clientes que usaram o creme, o creme oferece um tempo muito pequeno para o aumento peniano, podendo chegar até 5 centímetros nas primeiras quatro semanas.

Para quem quer ficar longe de cirurgias médicas ou até mesmo as bombas penianas, o gel é uma ótima solução para quem esta inseguro com o tamanho do seu órgão. Sem contar que não possui nenhum efeito colateral, é uma forma de aumentar o pênis naturalmente e de forma rápida, sem nenhum constrangimento.

O tamanho sempre é discutido entre as mulheres, imagina você sendo mal falado por ter um documento menor que os demais. Além disso, quando o pênis é maior, o contato intimo com a mulher acaba sendo maior também, oferecendo mais prazer para ambos.

Há uma forma de obter o aumento com bombas penianas também, porem pode ser um pouco constrangedor ter uma bomba peniana em casa e ser descoberto a qualquer momento, sem contar que os resultados não são tão duradouros. A opção do gel nesse caso, mas uma vez leva vantagem, pois depois do uso basta dispensar o frasco vazio.

Vale ressaltar aqui também que os resultados o aumento são permanentes, então para quem quiser testar ou simplesmente dar uma aumentada para garantir melhores contatos íntimos, a dica é creme macho macho.

E os problemas de fimose?

A insegurança pode ter com o homem também quando ele sofre com fimose. Isso pode ser constrangedor para o homem, sempre quando é algum problema relacionado ao  pênis.

Fimose é a incapacidade de expor a glande do pênis de maneira adequada. Ao nascimento, isso é normal, pois existem aderências entre a glande e o prepúcio. Com o crescimento da criança, o prepúcio fica cada vez mais retrátil, expondo cada vez mais a glande, sendo que com 3 a 4 anos de idade, a maioria das crianças já tem o prepúcio completamente retrátil. Em outras palavras, a fimose “cura”, sem nenhum tratamento. Porém, quando os pais fazem a retração forçada do prepúcio, pode ocorrer a formação de uma cicatriz circular no prepúcio, dificultando ainda mais a exposição da glande.

Nesses casos, o problema dificilmente se resolve sem cirurgia.

Mas é preciso operar? Por quê? A cirurgia para correção de fimose é chamada Postectomia (ou Circuncisão), e é realizada há mais de 6000 anos por diversos motivos, como religiosos, culturais, e até higiênicos. O principal problema da fimose é que não havendo uma boa exposição da glande, não é possível sua higienização adequada. Com isso, há um maior risco de infecção da glande e do prepúcio, de infecção urinária, há um aumento da chance de transmissão do vírus HIV e aumento de chance de câncer de pênis.

O objetivo do tratamento é tornar a glande exposta para a higiene. A cirurgia é realizada na maioria das vezes com anestesia local, e a recuperação é rápida. No entanto, não deve ser indicada de rotina para todos pacientes com fimose. A cirurgia tem seus riscos, e o Urologista tem o papel de discutir com a família os riscos e os benefícios desse procedimento.

Além da cirurgia, existem tratamentos com pomadas que permitem aumentar a retratilidade do prepúcio, podendo evitar a cirurgia em muitos casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *