Categoria: Saúde

7 Dicas Para Dormir Melhor Esta Noite

Como você se sente quando acorda, muitas vezes depende de quão bem você dorme. Da mesma forma, a cura da fadiga durante o dia e as dificuldades do sono podem ser encontradas em sua rotina diária e nas escolhas de estilo de vida. Experimente as dicas a seguir para encontrar aquelas que funcionam melhor para melhorar seu sono e fazer você se sentir produtivo, mentalmente alerta, emocionalmente equilibrado e cheio de energia ao longo do dia.

Dormir pode parecer um sonho impossível quando você está acordado às 3 da manhã, mas um bom sono é mais em seu controle do que você imagina. Seguir hábitos saudáveis ​​de sono pode fazer a diferença entre inquietação e sono tranquilo. Pesquisadores identificaram uma variedade de práticas e hábitos conhecidos como “higiene do sono”, que podem ajudar alguém a maximizar as horas que passam dormindo, incluindo aqueles cujo sono é afetado por insônia, jet lag, ou mudança de turnos no trabalho.

Veja as melhores dicas para ter uma ótima noite de sono, e acordar 100%.

1 – Melhore seu ambiente de sonoUma rotina pacífica ao redor da hora de dormir envia um poderoso sinal para o cérebro de que é hora de relaxar e deixar as tensões do dia. Mantenha seu quarto escuro, fresco e silencioso

Mantenha o barulho baixo. Se você não pode evitar ou eliminar o ruído de vizinhos, tráfego ou outras pessoas em sua casa, tente escondê-lo com um ventilador ou sistema de som.

Se você costuma acordar com dor nas costas ou dor no pescoço, pode ter que experimentar diferentes níveis de firmeza do colchão, colchão de espuma e travesseiros que fornecem suporte moderado.

2 – Desconecte ou relaxe e limpe sua mente

Você é incapaz de dormir ou acordar noite após noite? O estresse residual, a preocupação e a raiva do dia podem dificultar muito o sono.

Se ansiedade ou preocupação crónica dominam os seus pensamentos à noite, existem passos que você pode dar para aprender a parar de se preocupar e ver a vida de uma perspectiva mais positiva. Até mesmo contar ovelhas é mais produtivo do que se preocupar na hora de dormir.

Se o estresse do trabalho, da família ou da escola o manter acordado, você pode precisar de ajuda com o controle do estresse. Aprendendo a gerir o seu tempo de forma eficaz, gerir o stress de forma produtiva, e manter uma visão calma e positiva, você será capaz de dormir melhor à noite.

3 – Beba menos álcool

O álcool deprime o sistema nervoso, o que ajuda você a adormecer. No entanto, esse efeito desaparece em poucas horas, o que nos faz acordar várias vezes durante a noite, impedindo um bom sono. Além disso, o álcool aumenta o ronco e outros problemas respiratórios relacionados ao sono. Uma ótima opção é experimentar o Life Drink, que combate os efeitos do álcool.

4 – Alimentação

Entre as dicas para dormir bem, os especialistas concordam com a necessidade de jantar pelo menos uma hora e meia antes de ir para a cama e também aconselham a não ir para a cama com fome. Não tome algo doce antes de ir dormir, pois aumenta a glicose no sangue e dificulta o sono, também fará com que você acorde no meio da noite quando começar a descer.

5 – Rotina

Tente ir para a cama e acordar à mesma hora todos os dias, mesmo nos finais de semana. Isso ajudará seu corpo a entrar em um ritmo de sono, o que torna mais fácil adormecer e acordar de manhã. Lembre-se também de ir ao banheiro antes de ir para a cama para evitar levantar-se durante a noite.

6 – Diga boa noite para dispositivos eletrônicos.

Os especialistas recomendam usar o quarto apenas para dormir. Se você não puder transformar seu quarto em uma zona livre de tecnologia, desligue-o pelo menos uma hora ou mais antes de desligar as luzes. Nada diz “Acorde, algo está acontecendo!” Mais explicitamente do que o zumbido de uma mensagem de texto ou o som de aviso de uma mensagem instantânea.

7 – Relaxamento

Mais dicas para um bom sono: pode ser muito útil praticar exercícios de respiração ou posições macias de ioga antes de ir para a cama. Compre um CD de música relaxante para começar o sonho. Tome um banho quente, chuveiro ou sauna antes de dormir, ajuda a adormecer, já que a mudança de temperatura que ocorre dá ao corpo sinal de que é hora de dormir.

Diminuição da libido masculina e feminina

A procura por uma expressão que traduza, de modo objetivo e indiscutível, o estado de “apetência sexual”, não é um problema de hoje. Freud (1905) começa os “Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade” lamentando o fato de não existir, em alemão, uma palavra para designar a “necessidade sexual”, da mesma forma que a palavra “fome” indica a “necessidade de alimento” e que, por analogia, a palavra “sede” sugere a “necessidade de água”.  E, finalmente, optou pela expressão “libido” para indicar desejo sexual.

Contudo, posteriormente, a palavra “libido” foi redefinida e passou a ter um sentido mais amplo, deixando de definir a energia das pulsões sexuais para representar a energia das pulsões de vida, isto é, a energia que tende à autoconservação, em oposição às pulsões de morte (CAVALCANTI & CAVALCANTI, 1996).

É indiscutível que todo indivíduo da espécie humana nasce com a capacidade de ter apetite sexual diante de um estímulo erótico eficaz. A apetência sexual é uma potencialidade biológica, que está submetida às variáveis culturais e educacionais, às vivências, à época histórica e ao genótipo.

A redução dessa apetência é uma disfunção conhecida como a Diminuição do Desejo Sexual feminino ou masculino, ou simplesmente, Inapetência Sexual, que indica a falta de apetite erótico – um estado de “anorexia” sexual, em que há Diminuição da Libido.

Errônea e pejorativamente chamada de “frigidez”, essa Inapetência Sexual, é uma disfunção que pode ser apresentada tanto por mulheres, quanto por homens.

A intimidade do problema dificulta as pesquisas e, por isso, os números que representam a incidência dessa disfunção variam muito de autor para autor.  Segundo Cavalcanti & Cavalcanti (1996), a Diminuição do Desejo Sexual está presente em 35 a 40% das mulheres e atinge cerca de 20% dos homens.

Parece-nos que a Inapetência Sexual tem aumentado nas últimas décadas, fato este que, ao meu entender, ocorre devido ao bombardeio de apelo ao consumo, que envolve, também, o sexo, através de mídias, principalmente a eletrônica.

diminuicao desejo feminino

Classificação do desejo sexual

A Diminuição do Desejo Sexual pode ser classificada de acordo com critérios de cronologia e amplitude:

– Sob o ponto de vista cronológico, é considerada primária ou constitucional quando o indivíduo nunca sentiu ou jamais percebeu seu apetite sexual. E, é avaliada como secundária quando ocorre depois de um longo período de existência de desejo sexual, podendo se instalar bruscamente, depois de acontecimentos traumáticos, ou de modo progressivo e lento, como se o manancial do apetite fosse se exaurindo aos poucos.

– Sob o ponto de vista da amplitude, elas podem ser gerais, absolutas, situacionais ou relativas. Mas, por envolverem sensações complexas e de difícil explicação, é essencial a ajuda de um profissional na avaliação deste critério.

Tamanho do pênis e a fimose

Os homens tem um problema quando o tamanho do seu pênis não é o tamanho desejado. Na verdades essa mania de ter um órgão masculino grande já vem desde criança, quando zoam o amiguinho chamando ele de “pinto pequeno”. Com o passar o tempo isso pode virar um problema para o homem, que acaba procurando meios de como aumentar o tamanho do pênis.

Isso se torna um problema para o homem quando ele começa a se sentir inseguro. Quando o homem está inseguro no relacionamento, o estresse causado pela insegurança pode sofrer de alguma  impotência temporária.

Há maneiras diferentes de se ter o aumento peniano no homem, neste artigo iremos abordar talvez a maneira mais simples, porem muito eficaz de acordo com milhares de clientes.

Como aumentar o tamanho do pênis com gel

Você deve estar se perguntando, aumentar o tamanho do pênis naturalmente com gel? Isso é possível, realmente funciona? Sim. O gel macho man funciona muito bem e muitos clientes satisfeitos. Com mais de um milhão de clientes que usaram o creme, o creme oferece um tempo muito pequeno para o aumento peniano, podendo chegar até 5 centímetros nas primeiras quatro semanas.

Para quem quer ficar longe de cirurgias médicas ou até mesmo as bombas penianas, o gel é uma ótima solução para quem esta inseguro com o tamanho do seu órgão. Sem contar que não possui nenhum efeito colateral, é uma forma de aumentar o pênis naturalmente e de forma rápida, sem nenhum constrangimento.

O tamanho sempre é discutido entre as mulheres, imagina você sendo mal falado por ter um documento menor que os demais. Além disso, quando o pênis é maior, o contato intimo com a mulher acaba sendo maior também, oferecendo mais prazer para ambos.

Há uma forma de obter o aumento com bombas penianas também, porem pode ser um pouco constrangedor ter uma bomba peniana em casa e ser descoberto a qualquer momento, sem contar que os resultados não são tão duradouros. A opção do gel nesse caso, mas uma vez leva vantagem, pois depois do uso basta dispensar o frasco vazio.

Vale ressaltar aqui também que os resultados o aumento são permanentes, então para quem quiser testar ou simplesmente dar uma aumentada para garantir melhores contatos íntimos, a dica é creme macho macho.

E os problemas de fimose?

A insegurança pode ter com o homem também quando ele sofre com fimose. Isso pode ser constrangedor para o homem, sempre quando é algum problema relacionado ao  pênis.

Fimose é a incapacidade de expor a glande do pênis de maneira adequada. Ao nascimento, isso é normal, pois existem aderências entre a glande e o prepúcio. Com o crescimento da criança, o prepúcio fica cada vez mais retrátil, expondo cada vez mais a glande, sendo que com 3 a 4 anos de idade, a maioria das crianças já tem o prepúcio completamente retrátil. Em outras palavras, a fimose “cura”, sem nenhum tratamento. Porém, quando os pais fazem a retração forçada do prepúcio, pode ocorrer a formação de uma cicatriz circular no prepúcio, dificultando ainda mais a exposição da glande.

Nesses casos, o problema dificilmente se resolve sem cirurgia.

Mas é preciso operar? Por quê? A cirurgia para correção de fimose é chamada Postectomia (ou Circuncisão), e é realizada há mais de 6000 anos por diversos motivos, como religiosos, culturais, e até higiênicos. O principal problema da fimose é que não havendo uma boa exposição da glande, não é possível sua higienização adequada. Com isso, há um maior risco de infecção da glande e do prepúcio, de infecção urinária, há um aumento da chance de transmissão do vírus HIV e aumento de chance de câncer de pênis.

O objetivo do tratamento é tornar a glande exposta para a higiene. A cirurgia é realizada na maioria das vezes com anestesia local, e a recuperação é rápida. No entanto, não deve ser indicada de rotina para todos pacientes com fimose. A cirurgia tem seus riscos, e o Urologista tem o papel de discutir com a família os riscos e os benefícios desse procedimento.

Além da cirurgia, existem tratamentos com pomadas que permitem aumentar a retratilidade do prepúcio, podendo evitar a cirurgia em muitos casos.