Baixo desejo sexual em homens

Greg estava perdendo o interesse em sexo e não conseguia descobrir por quê.

Não fazia sentido para ele. Afinal, ele era um cara. Ele não deveria querer sexo o tempo todo? Na adolescência e vinte anos, ele pensava nisso constantemente. Quando ele se casou com Bonnie, ainda era emocionante. Eles gostavam de fazer sexo em lugares diferentes, como a lavanderia ou o quintal. Aqueles foram os bons e velhos tempos.

Mas agora, doze anos depois, as coisas eram diferentes. As crianças vieram e foi difícil encontrar tempo e energia para o sexo. Ele estava preocupado em passar pela próxima rodada de demissões no trabalho e isso certamente era uma distração. Bonnie estava estressada também, com todas as responsabilidades extras acumuladas nela no trabalho. O sexo não era mais aventureiro; era a mesma velha rotina. Às vezes ele não conseguia uma ereção firme e isso incomodava os dois. Eles não falaram sobre isso.consulte um médico

Muitas vezes ouvimos falar de mulheres que perdem o interesse pelo sexo. De fato, a Sociedade para Pesquisa em Saúde da Mulher chama o transtorno de desejo sexual hipoativo (HSDD) como a disfunção sexual mais comum em mulheres.

O baixo desejo sexual nos homens parece não receber tanta atenção. Mas isso acontece. Nos Estados Unidos, por exemplo, a Pesquisa Nacional de Saúde e Vida Social descobriu que 14% dos homens com idades entre 18 e 29 anos não tinham desejo sexual em algum momento durante os doze meses anteriores. Para homens de 50 a 59 anos, a taxa foi de 17%.

Por que os homens perdem o interesse pelo sexo? Recentemente, um grupo de pesquisadores europeus examinou essa questão. Vamos dar uma olhada em algumas de suas descobertas.

O estudo sobre a saúde

Os pesquisadores entrevistaram mais de 5.000 homens heterossexuais que tiveram pelo menos um parceiro sexual no ano anterior. Os homens tinham entre 18 e 75 anos, mas a idade média era de 36 anos. Eles eram de Portugal, Noruega e Croácia. A maioria deles estava em um relacionamento comprometido.

Os homens responderam a uma variedade de perguntas sobre suas vidas sexuais, abordando questões como satisfação sexual, problemas sexuais, interesse sexual e nível de aborrecimento sexual. Eles também abordaram a imagem corporal, a autoconfiança, o status de seus relacionamentos, angústia pessoal com problemas sexuais, ansiedade e depressão.

Cerca de 14% dos homens disseram que, no último ano, eles tiveram uma falta de interesse sexual que durou dois meses ou mais. Isso era mais comum em homens que eram casados ​​ou moravam com um parceiro.

Homens que tinham menos confiança em sua capacidade de ter ereções eram mais propensos a perder o interesse sexual, juntamente com aqueles que não se sentiam atraídos pelo parceiro e por aqueles que mantinham relacionamentos de longo prazo.

Os homens também deram suas próprias razões por falta de interesse, que incluíam o seguinte:

  • Cansaço e fadiga
  • Estresse no trabalho
  • Tédio com a vida sexual
  • Problemas de relacionamento, como parceiro sexualmente passivo, conflitos ou falta de comunicação

Estar com um parceiro por um longo tempo

O que os homens podem fazer?

Felizmente, há passos que um homem pode dar para aliviar alguns desses problemas.

  • Veja o médico. Um homem pode não gostar de admitir que tem um problema sexual. Mas um especialista em saúde sexual pode ajudá-lo a identificar as razões por trás dele e sugerir maneiras de administrá-lo. Por exemplo, existem muitas razões pelas quais um homem pode ter problemas com ereções e é importante obter tratamento. Casais com problemas de relacionamento podem se beneficiar do aconselhamento. Um terapeuta sexual pode sugerir maneiras de acrescentar alguma novidade à rotina sexual de um casal. (Para ajuda na busca de um especialista em medicina sexual na sua região, clique aqui .)
  • Converse com seu parceiro. O sexo pode ser desagradável de se falar, mas começar a discussão pode fazer com que ambos os parceiros se sintam aliviados. Honestidade e abertura podem percorrer um longo caminho.
  • Adicione alguma especiaria. É fácil entrar em uma rotina sexual, especialmente quando os parceiros estão juntos há muito tempo e estão ocupados e estressados. Os casais podem encontrar maneiras de tornar o sexo mais interessante. Isso pode significar fazer sexo em outra hora do dia ou em um local diferente. Pode significar incorporar brinquedos sexuais ou fantasias de interpretação de papéis. Também pode significar agendar uma noite de encontro ou uma escapada de fim de semana romântica para dois.
  • Suplementos para aumento da libido. Suplementos a base da maca peruana por exemplo, pode ser muito benefícios para a manutenção da libido. Veja mais em https://tratandoimpotencia.pro/maca-peruana-beneficios/
  • Gerenciar o estresse e ansiedade. Isso é bom para a saúde geral do homem, não apenas para a vida sexual dele. Tomar medidas para trabalhar menos horas, fazer mais exercícios e divertir-se mais com os amigos pode fazer maravilhas. Um profissional de saúde também pode sugerir estratégias.

3 exercícios que impulsionam a libido rápida

Não há muitas pessoas que gostem de se exercitar, mesmo que isso possa ter um efeito incrível na sua saúde geral. Você trabalha o dia todo e a última coisa que você quer fazer é levantar pesos ou fazer algumas voltas e suar quando chegar em casa. Se você tem um baixo desejo sexual e gostaria de encontrar a maneira mais rápida e fácil para aumentar sua libido sem ter que tomar xtrasize, então você pode querer dar uma outra chance ao exercício.

Estudos têm demonstrado que, mesmo após o primeiro treino, você pode se sentir mais feliz, mais enérgico, mais sexy e com vontade de fazer amor. Aqui estão os três tipos de exercícios que funcionam melhor para aumentar rapidamente os níveis de libido.

xtrasize libido

Cardio

Um ótimo sexo exige muito esforço e, se seus pulmões não estiverem em forma, você ficará sem fôlego antes mesmo de chegar ao seu clímax. Além disso, os exercícios cardiovasculares aumentam o fluxo sanguíneo para todas as áreas do corpo, incluindo o pênis. Se você tem mais sangue circulando em seu pênis, então você vai desfrutar de ereções mais fortes e mais duradouras. Apontar para um bom treino cardio na esteira, elíptica, ou o que você escolhe, todos os dias.

Força

Se seus músculos são mais fortes, você será capaz de manter as posições por mais tempo e você também irá aumentar seus níveis de testosterona. O que há de bom nisso? Com mais testosterona em seu corpo, você se sentirá mais sexy, desejará mais sexo e terá muito mais energia. Levante pesos a cada dois dias, alternando com exercícios aeróbicos. Um dia de treinamento de força e um dia de folga permitem que os músculos se recuperem e fiquem mais fortes do que se você os exercitasse diariamente.

Flexibilidade

Embora a ioga seja uma das melhores maneiras de se manter flexível, até mesmo um breve alongamento de cinco minutos por dia pode alongar seus músculos. Quando seus músculos são mais longos e flexíveis, você poderá entrar em mais posições sexuais, o que dá mais ânimo à sua vida amorosa. Alongue-se antes e depois de cada exercício para evitar lesões e mantenha os músculos longos e magros.

Isso é tudo que você precisa fazer. Exercite-se uma vez por dia durante 15 – 30 minutos e você receberá os benefícios como mais energia, melhor auto-imagem e um desejo sexual como um adolescente.

7 melhores ervas e especiarias para a saúde do cérebro

Pesquisas sugerem que um número de ervas e temperos pode ajudar a melhorar a saúde do cérebro , e alguns deles podem já estar na geladeira ou na despensa. Várias destas ervas e especiarias foram estudadas quanto aos seus efeitos na doença de Alzheimer, enquanto outras foram testadas quanto aos seus efeitos globais na cognição (isto é, a ação mental ou processo envolvido no pensamento, compreensão, aprendizagem e recordação).

Aqui está uma olhada em algumas das ervas e especiarias encontradas para beneficiar o cérebro em estudos científicos.

1-Sálvia

Uma especiaria conhecida por seu aroma pungente, a sálvia pode possuir propriedades que melhoram a memória, de acordo com um pequeno estudo publicado em Farmacologia, Bioquímica e Comportamento, em 2003.

O sábio também pode ajudar no tratamento da doença de Alzheimer. De fato, uma revisão de pesquisa publicada em Medicina Complementar e Alternativa Baseada em Evidências identificou a sálvia como uma das várias ervas que podem ser benéficas para os pacientes de Alzheimer. As outras ervas incluíam erva-cidreira e as ervas chinesas yi-gansan e baweidihuangwan.

Tente adicionar sálvia à abóbora, frango assado, peru, molho de tomate ou em uma sopa de feijão branco. O sábio também pode ser consumido na forma de chá.

2-Açafrão

Açafrão é um tempero usado por muito tempo em Ayurveda. Ele contém um composto chamado curcumina, que tem efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios (dois fatores que podem beneficiar a saúde do cérebro e a saúde geral).

Pesquisas preliminares sugerem que a cúrcuma pode aumentar a saúde do cérebro e evitar a doença de Alzheimer ao limpar o cérebro do beta-amilóide (um fragmento de proteína). O acúmulo de beta-amilóide é conhecido por formar placas cerebrais relacionadas ao Alzheimer.

Além disso, a cúrcuma pode proteger a saúde do cérebro, inibindo a quebra das células nervosas no cérebro.

Açafrão é um ingrediente-chave em caril em pó, que normalmente também inclui especiarias como coentro e cominho. Para aumentar a sua ingestão de açafrão, tente adicionar curry em pó ou açafrão para frituras, sopas e pratos de legumes. Inclua um par de traços de pimenta preta para aumentar a absorção de açafrão.

3-Ginkgo biloba

Há muito utilizado como tratamento para a demência, o ginkgobiloba é um remédio comumente usado na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) e bem conhecido por seus benefícios . Acredita-se que o ginkgobiloba pode ajudar a melhorar a função cognitiva, em parte, estimulando a circulação e promovendo o fluxo sanguíneo para o cérebro.

Embora a pesquisa sobre ginkgobiloba tenha produzido resultados mistos, há algumas evidências de que esta erva pode melhorar a função cognitiva em pessoas com doença de Alzheimer ou comprometimento cognitivo leve.

Além disso, uma revisão de pesquisa publicada no JournalofAlzheimer’sDisease em 2015 sugere que um extrato de ginkgobiloba chamado EGb761 pode ser especialmente útil para desacelerar o declínio cognitivo em pacientes com sintomas neuropsiquiátricos, além de comprometimento cognitivo e demência.

Uma característica central da doença de Alzheimer e da demência, os sintomas neuropsiquiátricos incluem depressão e outras perturbações não cognitivas.

4-Action Pro

Outra erva para melhorar o cérebro é o action pro foi encontrado para inibir a formação de placas de beta-amilóide em pesquisas preliminares.

Além disso, alguns estudos preliminares indicaram que actionpro funciona e pode beneficiar o cérebro reduzindo o estresse oxidativo (um fator que pode contribuir para o desenvolvimento e progressão da doença de Alzheimer).

5-Ginseng

Uma das plantas mais populares na medicina herbal, o ginseng contém produtos químicos anti-inflamatórios chamados ginsenosides. Em estudos preliminares, cientistas observaram que os ginsenosides podem ajudar a reduzir os níveis cerebrais de beta-amilóide. Às vezes, também é usado para combater a doença de Alzheimer.

6-Erva-cidreira

Uma erva muitas vezes tomada em forma de chá e freqüentemente usada para aliviar a ansiedade e insônia, erva-cidreira pode ajudar a melhorar a função cognitiva.

Para um estudo publicado no JournalofNeurology, Neurocirurgia e Psiquiatria em 2003, 42 pacientes com doença de Alzheimer leve a moderada tomaram placebo ou extrato de erva-cidreira por quatro meses. No final do estudo, aqueles que receberam erva-cidreira mostraram uma melhora significativamente maior na função cognitiva (em comparação com aqueles que receberam o placebo).

Você deve usar ervas e especiarias para a saúde do cérebro?

Enquanto certas ervas e especiarias podem ter efeitos benéficos em seu cérebro, nenhum remédio natural deve ser usado como um substituto para o tratamento padrão no tratamento de uma condição que afeta a saúde do cérebro.

Como pode ser tratado a ejaculação precoce do homem

Luke estava nervoso sobre o encontro com Stephanie. Eles tinham saído várias vezes agora. Toda vez que ele a via, ele sentia que eles estavam ficando fisicamente mais próximos. Ele se viu imaginando como seria o sexo com ela. E ele teve uma vibe dela que ela estava pensando nesse sentido também. Esta noite poderia ser a noite.

Houve um problema, no entanto. No passado, Luke teve problemas com a ejaculação precoce (EP) . Ele não poderia durar muito mais que um minuto antes de chegar ao clímax. Ele temia que ele desapontasse os parceiros do passado por causa disso. A situação o embaraçou e ficou muito preocupado com a reação de Stephanie se isso acontecesse com ela.

Luke não está sozinho. Estima-se que o PE afete entre 3% e 30% dos homens. Em termos mais específicos, a PE ocorre quando um homem ejacula antes que ele e seu parceiro desejem que isso aconteça. Esse período de tempo pode variar dependendo do casal, mas muitas definições usam um a dois minutos como diretriz.

Infelizmente, o PE pode tornar os homens bastante inseguros. Eles podem se sentir envergonhados e desajeitados. Eles podem temer ser ridicularizados ou percebidos como inexperientes, ansiosos demais ou sem autocontrole.

Muitos homens com PE estão muito envergonhados para procurar ajuda e angustiados demais para discutir a situação com um parceiro. Alguns homens solteiros evitam relacionamentos porque têm medo da resposta de um parceiro.

Mas um estudo do ano passado poderia deixar a mente dos homens à vontade.

Em janeiro de 2013, o Archives of Sexual Behavior publicou um estudo que envolveu 461 homens com PE e 80 parceiros. Usando um questionário on-line, os pesquisadores entrevistaram os participantes sobre suas experiências com EP, seus níveis de sofrimento e satisfação sexual.

Os pesquisadores descobriram que os homens estavam mais aflitos com PE do que seus parceiros. Os homens também tendiam a achar que seus parceiros estavam mais aflitos e insatisfeitos do que realmente eram.

consulte um médico

Então homens com PE podem relaxar um pouco. Mas isso não significa que o PE não seja um problema.

O que pode ser feito para a ejaculação precoce?

Aqui estão algumas dicas para o homem não gozar rápido e ter ejaculação precoce. Tenha em mente que envolver seu parceiro com suas decisões de tratamento pode ser útil. Trabalhe junto como um time.

  • Ver um médico. PE pode ser tratado. A terapia sexual pode ajudar os homens a entender melhor o PE e as razões por trás dele. Os terapeutas também podem sugerir formas de desenvolver o controle ejaculatório. Eles podem atribuir “lição de casa” – mas isso pode ser divertido. A terapia medicamentosa pode ser outra opção. Medicamentos tópicos, aplicados ao pênis antes do sexo, podem dessensibilizar o pênis – não tanto que você não sentirá sensações sexuais, mas apenas o suficiente para adiar a ejaculação um pouco. Outras drogas são tomadas em forma de pílula e funcionam em mecanismos cerebrais associados à ejaculação. Se você decidir tomar medicação para PE, certifique-se de fazê-lo sob os cuidados de um médico. Apenas um médico qualificado pode prescrever a medicação apropriada para você.
  • Converse com seu parceiro. É muito possível que o seu parceiro não seja incomodado pelo seu PE, ou pelo menos não tanto quanto você pensa. Seja aberto e honesto. Se você se sentir inadequado, diga isso. As chances são de que seu parceiro irá tranquilizá-lo. E lembre-se, seu parceiro está lá para ter uma experiência sexual prazerosa com você. A ejaculação é apenas uma parte dessa experiência. Não tenha medo de discutir PE com um novo parceiro. Compartilhar seus sentimentos pode ajudar muito na construção da confiança e você pode se sentir mais relaxado, levando a uma experiência melhor para os dois.
  • Lembre-se que a ejaculação precoce é subjetivo. Todo casal é diferente. Não há prazo definitivo para a ejaculação e não há razão para se comparar com os outros. Não importa quando um homem ejacula, se ambos os parceiros estão satisfeitos, não há problema.

7 Dicas Para Dormir Melhor Esta Noite

Como você se sente quando acorda, muitas vezes depende de quão bem você dorme. Da mesma forma, a cura da fadiga durante o dia e as dificuldades do sono podem ser encontradas em sua rotina diária e nas escolhas de estilo de vida. Experimente as dicas a seguir para encontrar aquelas que funcionam melhor para melhorar seu sono e fazer você se sentir produtivo, mentalmente alerta, emocionalmente equilibrado e cheio de energia ao longo do dia.

Dormir pode parecer um sonho impossível quando você está acordado às 3 da manhã, mas um bom sono é mais em seu controle do que você imagina. Seguir hábitos saudáveis ​​de sono pode fazer a diferença entre inquietação e sono tranquilo. Pesquisadores identificaram uma variedade de práticas e hábitos conhecidos como “higiene do sono”, que podem ajudar alguém a maximizar as horas que passam dormindo, incluindo aqueles cujo sono é afetado por insônia, jet lag, ou mudança de turnos no trabalho.

Veja as melhores dicas para ter uma ótima noite de sono, e acordar 100%.

1 – Melhore seu ambiente de sonoUma rotina pacífica ao redor da hora de dormir envia um poderoso sinal para o cérebro de que é hora de relaxar e deixar as tensões do dia. Mantenha seu quarto escuro, fresco e silencioso

Mantenha o barulho baixo. Se você não pode evitar ou eliminar o ruído de vizinhos, tráfego ou outras pessoas em sua casa, tente escondê-lo com um ventilador ou sistema de som.

Se você costuma acordar com dor nas costas ou dor no pescoço, pode ter que experimentar diferentes níveis de firmeza do colchão, colchão de espuma e travesseiros que fornecem suporte moderado.

2 – Desconecte ou relaxe e limpe sua mente

Você é incapaz de dormir ou acordar noite após noite? O estresse residual, a preocupação e a raiva do dia podem dificultar muito o sono.

Se ansiedade ou preocupação crónica dominam os seus pensamentos à noite, existem passos que você pode dar para aprender a parar de se preocupar e ver a vida de uma perspectiva mais positiva. Até mesmo contar ovelhas é mais produtivo do que se preocupar na hora de dormir.

Se o estresse do trabalho, da família ou da escola o manter acordado, você pode precisar de ajuda com o controle do estresse. Aprendendo a gerir o seu tempo de forma eficaz, gerir o stress de forma produtiva, e manter uma visão calma e positiva, você será capaz de dormir melhor à noite.

3 – Beba menos álcool

O álcool deprime o sistema nervoso, o que ajuda você a adormecer. No entanto, esse efeito desaparece em poucas horas, o que nos faz acordar várias vezes durante a noite, impedindo um bom sono. Além disso, o álcool aumenta o ronco e outros problemas respiratórios relacionados ao sono. Uma ótima opção é experimentar o Life Drink, que combate os efeitos do álcool.

4 – Alimentação

Entre as dicas para dormir bem, os especialistas concordam com a necessidade de jantar pelo menos uma hora e meia antes de ir para a cama e também aconselham a não ir para a cama com fome. Não tome algo doce antes de ir dormir, pois aumenta a glicose no sangue e dificulta o sono, também fará com que você acorde no meio da noite quando começar a descer.

5 – Rotina

Tente ir para a cama e acordar à mesma hora todos os dias, mesmo nos finais de semana. Isso ajudará seu corpo a entrar em um ritmo de sono, o que torna mais fácil adormecer e acordar de manhã. Lembre-se também de ir ao banheiro antes de ir para a cama para evitar levantar-se durante a noite.

6 – Diga boa noite para dispositivos eletrônicos.

Os especialistas recomendam usar o quarto apenas para dormir. Se você não puder transformar seu quarto em uma zona livre de tecnologia, desligue-o pelo menos uma hora ou mais antes de desligar as luzes. Nada diz “Acorde, algo está acontecendo!” Mais explicitamente do que o zumbido de uma mensagem de texto ou o som de aviso de uma mensagem instantânea.

7 – Relaxamento

Mais dicas para um bom sono: pode ser muito útil praticar exercícios de respiração ou posições macias de ioga antes de ir para a cama. Compre um CD de música relaxante para começar o sonho. Tome um banho quente, chuveiro ou sauna antes de dormir, ajuda a adormecer, já que a mudança de temperatura que ocorre dá ao corpo sinal de que é hora de dormir.

Diminuição da libido masculina e feminina

A procura por uma expressão que traduza, de modo objetivo e indiscutível, o estado de “apetência sexual”, não é um problema de hoje. Freud (1905) começa os “Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade” lamentando o fato de não existir, em alemão, uma palavra para designar a “necessidade sexual”, da mesma forma que a palavra “fome” indica a “necessidade de alimento” e que, por analogia, a palavra “sede” sugere a “necessidade de água”.  E, finalmente, optou pela expressão “libido” para indicar desejo sexual.

Contudo, posteriormente, a palavra “libido” foi redefinida e passou a ter um sentido mais amplo, deixando de definir a energia das pulsões sexuais para representar a energia das pulsões de vida, isto é, a energia que tende à autoconservação, em oposição às pulsões de morte (CAVALCANTI & CAVALCANTI, 1996).

É indiscutível que todo indivíduo da espécie humana nasce com a capacidade de ter apetite sexual diante de um estímulo erótico eficaz. A apetência sexual é uma potencialidade biológica, que está submetida às variáveis culturais e educacionais, às vivências, à época histórica e ao genótipo.

A redução dessa apetência é uma disfunção conhecida como a Diminuição do Desejo Sexual feminino ou masculino, ou simplesmente, Inapetência Sexual, que indica a falta de apetite erótico – um estado de “anorexia” sexual, em que há Diminuição da Libido.

Errônea e pejorativamente chamada de “frigidez”, essa Inapetência Sexual, é uma disfunção que pode ser apresentada tanto por mulheres, quanto por homens.

A intimidade do problema dificulta as pesquisas e, por isso, os números que representam a incidência dessa disfunção variam muito de autor para autor.  Segundo Cavalcanti & Cavalcanti (1996), a Diminuição do Desejo Sexual está presente em 35 a 40% das mulheres e atinge cerca de 20% dos homens.

Parece-nos que a Inapetência Sexual tem aumentado nas últimas décadas, fato este que, ao meu entender, ocorre devido ao bombardeio de apelo ao consumo, que envolve, também, o sexo, através de mídias, principalmente a eletrônica.

diminuicao desejo feminino

Classificação do desejo sexual

A Diminuição do Desejo Sexual pode ser classificada de acordo com critérios de cronologia e amplitude:

– Sob o ponto de vista cronológico, é considerada primária ou constitucional quando o indivíduo nunca sentiu ou jamais percebeu seu apetite sexual. E, é avaliada como secundária quando ocorre depois de um longo período de existência de desejo sexual, podendo se instalar bruscamente, depois de acontecimentos traumáticos, ou de modo progressivo e lento, como se o manancial do apetite fosse se exaurindo aos poucos.

– Sob o ponto de vista da amplitude, elas podem ser gerais, absolutas, situacionais ou relativas. Mas, por envolverem sensações complexas e de difícil explicação, é essencial a ajuda de um profissional na avaliação deste critério.

Tamanho do pênis e a fimose

Os homens tem um problema quando o tamanho do seu pênis não é o tamanho desejado. Na verdades essa mania de ter um órgão masculino grande já vem desde criança, quando zoam o amiguinho chamando ele de “pinto pequeno”. Com o passar o tempo isso pode virar um problema para o homem, que acaba procurando meios de como aumentar o tamanho do pênis.

Isso se torna um problema para o homem quando ele começa a se sentir inseguro. Quando o homem está inseguro no relacionamento, o estresse causado pela insegurança pode sofrer de alguma  impotência temporária.

Há maneiras diferentes de se ter o aumento peniano no homem, neste artigo iremos abordar talvez a maneira mais simples, porem muito eficaz de acordo com milhares de clientes.

Como aumentar o tamanho do pênis com gel

Você deve estar se perguntando, aumentar o tamanho do pênis naturalmente com gel? Isso é possível, realmente funciona? Sim. O gel macho man funciona muito bem e muitos clientes satisfeitos. Com mais de um milhão de clientes que usaram o creme, o creme oferece um tempo muito pequeno para o aumento peniano, podendo chegar até 5 centímetros nas primeiras quatro semanas.

Para quem quer ficar longe de cirurgias médicas ou até mesmo as bombas penianas, o gel é uma ótima solução para quem esta inseguro com o tamanho do seu órgão. Sem contar que não possui nenhum efeito colateral, é uma forma de aumentar o pênis naturalmente e de forma rápida, sem nenhum constrangimento.

O tamanho sempre é discutido entre as mulheres, imagina você sendo mal falado por ter um documento menor que os demais. Além disso, quando o pênis é maior, o contato intimo com a mulher acaba sendo maior também, oferecendo mais prazer para ambos.

Há uma forma de obter o aumento com bombas penianas também, porem pode ser um pouco constrangedor ter uma bomba peniana em casa e ser descoberto a qualquer momento, sem contar que os resultados não são tão duradouros. A opção do gel nesse caso, mas uma vez leva vantagem, pois depois do uso basta dispensar o frasco vazio.

Vale ressaltar aqui também que os resultados o aumento são permanentes, então para quem quiser testar ou simplesmente dar uma aumentada para garantir melhores contatos íntimos, a dica é creme macho macho.

E os problemas de fimose?

A insegurança pode ter com o homem também quando ele sofre com fimose. Isso pode ser constrangedor para o homem, sempre quando é algum problema relacionado ao  pênis.

Fimose é a incapacidade de expor a glande do pênis de maneira adequada. Ao nascimento, isso é normal, pois existem aderências entre a glande e o prepúcio. Com o crescimento da criança, o prepúcio fica cada vez mais retrátil, expondo cada vez mais a glande, sendo que com 3 a 4 anos de idade, a maioria das crianças já tem o prepúcio completamente retrátil. Em outras palavras, a fimose “cura”, sem nenhum tratamento. Porém, quando os pais fazem a retração forçada do prepúcio, pode ocorrer a formação de uma cicatriz circular no prepúcio, dificultando ainda mais a exposição da glande.

Nesses casos, o problema dificilmente se resolve sem cirurgia.

Mas é preciso operar? Por quê? A cirurgia para correção de fimose é chamada Postectomia (ou Circuncisão), e é realizada há mais de 6000 anos por diversos motivos, como religiosos, culturais, e até higiênicos. O principal problema da fimose é que não havendo uma boa exposição da glande, não é possível sua higienização adequada. Com isso, há um maior risco de infecção da glande e do prepúcio, de infecção urinária, há um aumento da chance de transmissão do vírus HIV e aumento de chance de câncer de pênis.

O objetivo do tratamento é tornar a glande exposta para a higiene. A cirurgia é realizada na maioria das vezes com anestesia local, e a recuperação é rápida. No entanto, não deve ser indicada de rotina para todos pacientes com fimose. A cirurgia tem seus riscos, e o Urologista tem o papel de discutir com a família os riscos e os benefícios desse procedimento.

Além da cirurgia, existem tratamentos com pomadas que permitem aumentar a retratilidade do prepúcio, podendo evitar a cirurgia em muitos casos.

4 exercícios mais perigosos da academia

Você comprou todo o material esportivo de que precisava, escolheu os melhores tênis para você, planejou meticulosamente sua semana de treinamento, você até conseguiu convencer seu melhor amigo a ir com você. Muito bem! Então você pode finalmente ir para a academia! Certamente você ficará entusiasmado.

Ok, nós não queremos desencorajá-lo, mas você sabe quais sãos os exercícios mais perigosos para se fazer na academia?  Porque mesmo se você tem tudo que precisa para começar a trabalhar duro no seu corpo, você tem que saber onde prestar muita atenção para não acabar lesionado após uma única semana de treino.

Os 4 exercícios mais perigosos no ginásio

Independentemente do nível de experiência e preparação que você tenha, esses 4 exercícios não têm os benefícios que todos acreditam, especialmente quando você os faz cometendo erros posturais. O resultado que é finalmente obtido, não é para melhorar a sua aptidão, mas apenas aumentar sua frustração e ressentimento.

1. Abdominal com peso

Fonte imagem: Q48horas

Além de ser muito perigoso para a saúde das suas costas, este exercício não é tão completo comparado, por exemplo, com o abs isotônico. O que acontece com freqüência, é que a idéia de ter um peso acima da cabe pode acelerar o ganho dos gomos abdominais, fazendo com que você tenha muito mais peso do que realmente pode suportar.

2. Polia atrás do pescoço

Você tem pouca elasticidade nos ombros? Melhor não fazer este exercício. Embora muitas pessoas acreditem que é muito bom para os músculos das costas, na realidade, é um movimento que pode causar estiramento no pescoço.

3. Máquina extensora de quadríceps

Outro exercício muito popular nas academias, mas com dois problemas. Você já faz esse tipo de movimento em um dia normal? Bem, este é o primeiro problema. A segunda é que, devido à maneira como a máquina é projetada, os joelhos precisam fazer um grande esforço para elevar o peso da carga.

4. Máquina abdutora

O principal defeito desta máquina é que as pessoas tendem a arquear a coluna para ganhar mais força, com consequências prejudiciais para a região lombar. Como uma alternativa ao uso da máquina abdutora, seria aconselhável fazer avanços, usando a parte interna e externa desses músculos.

Você quer fazer exercícios difíceis sem se machucar?

Nem todos os exercícios difíceis são perigosos. Claro, você tem que saber como fazê-los. Tenha cuidado ao fazer exercícios com pesos, não se esqueça que você deve seguir algumas recomendações para que você não se arrependa mais tarde.

Como escolher sua bicicleta ideal

Entenda como escolher sua bicicleta de acordo com o seu estilo, ambiente e dinheiro. Guia voltado para iniciantes no mundo das bikes…

Andar de bicicleta para alguns é divertir com os filhos no parque, e para outros uma forma eficiente de atividade física e até mesmo um esporte radical para os que gostam mais de adrenalina, mas ambos compartilham o vento ao rosto, prazer e a sensação de liberdade em cima da magrela…

Por isso neste artigo você entendera que como suas roupas, as bicicletas também tem o modelo exato para cada ambiente e medida de acordo com o seu corpo. Boa leitura…

escolher bikes

 

Escolhendo o modelo de sua bicicleta

Estilo de pedalada: Ao escolher uma bicicleta devemos nos fazer três perguntas. 1° Objetivo de sua pedalada? 2° Que terreno deseja pedalar? e 3° Com qual freqüência?

Ambiente correto: Bicicleta ideal para o seu ambiente é importante para que tenha melhor rendimento e segurança. Sua bike pode ser preparada para asfalto ou terra ou mista.

Entenda melhor seus modelos:

Lazer

Está bicicleta geralmente indicada para passeio, tem sua posição de pilotagem confortável e indicada para uso casual urbano. Prós: baixo custo. Contras: fragilidade nas peças, já que foi desenvolvida apenas para diversão.

Montain

Projetada e indicada para suportar terreno hostil e peso em pequenas quedas (trilhas), muito usada em longos trajetos por ciclistas profissionais e amadores. Prós: sua grande versatilidade em qualquer ambiente. Contras: são seus pneus cravos dificultam alcançar alta velocidade no asfalto.

Speed:

As preferidas dos velocistas onde podem ser alcançados em média seus 110 km/h em decidas e seus 85 Km/h e retas. Indicadas para uso esportivo e para ciclistas com habilidade. Prós: leveza e velocidade adquirida. Contras: alto custo e fragilidade em asfalto ruim, não sendo viável pedalar em terra.

BMX ou Street:

Muito usada por crianças por ser baixa, mas também por praticantes de Freestyle urbano (fazer manobras para transpor obstáculos com agilidade e rapidez). Prós: boa opção para primeira bicicleta de uma criança e agilidade para manobras. Contras: Não indicada para longas distâncias.

Downhill

Bike voltada para o Downhill, esporte radical onde decidas e saltos arriscados fazem parte de sua rotina. Indicada apenas para amantes do esporte . Prós: Grande absorção dos impactos com suas suspensões preparadas. Contras: Pesadas e custo alto.

Dobráveis:

Bicicleta de uso urbano bem confortável e ágil nos grandes centros. Indicada para trajetos onde necessitam usar metros, carros e ônibus, já que podem ser dobradas e transportadas com facilidade. Prós: São vendidas geralmente com bolsas para transporte. Contras: Alto custo.

 Montando sua bicicleta

Agora que você já sabe seu estilo de pedal. Vamos as medidas exatas para melhor desempenho e conforto…

Infelizmente o no mercado das bikes pagar mais caro resulta em melhor material, é importante que tire suas duvidas com seu mecânico para seu melhor custo benefício.

Quadro é medido em polegadas confira na tabela ao lado o tamanho ideal para você.

Grupo é formado por câmbio dianteiro e traseiro, passadores de marcha, cassetes, rolamento central, pé divela, cubos e freios. Geralmente todos de uma única marca e modelo para melhor desempenho entre as partes.

(recomendasse para iniciantes ou uso leve grupo Altus Shimano 21/24v com freio V-brake. E para uso pesado grupo Acera ou Alívio Shimano 24/27v com freio a disco hidráulico)

Suspensão tem o objetivo deixa seu trajeto mais suave, mas sua desvantagem é aumentar o peso da bicicleta. Para estilos BMX, Dobráveis e Speed não é necessário o seu uso. Para uso leve como de lazer se necessário use uma suspensão simples com curso de 60mm. Montain geralmente exige suspensão de ótima qualidade geralmente com um curso de 80mm.

Regulagem e dicas

Falta pouco… Você já sabe como e onde quer pedalar, já sabe as medidas exatas dessa bike, agora só falta regular e aprender algumas dicas…

Regulagem do acento pode ser feita de duas maneiras, a mais simples é um dos pés no pedal deixando sua perna quase esticada. Outra recomendada para quem já tem habilidade a pedalar é medir a altura do cavalo e ajustar conforme mostra a figura abaixo. Altura correta resulta num melhor aproveitamento e evitando o desgaste dos joelhos.

Mantenha sempre o ritmo. Procure fazer uma volta completa com os dois pés a cada 1 segundo, descendo e subindo sua marcha conforme for preciso. Não use força, use velocidade para maior rendimento em longas distâncias.

Porque escolher arte marcial como atividade física?

Arte marcial, independente de qual estilo ou cultura, pode garantir que é mais que um esporte de contato. Segue 5 motivos para se tornar um lutador…

Para quem olha de fora ou apenas absorveu a influência da mídia, lutas e artes marciais pode se resumir em um esporte agressivo, ou pancadaria. Mas será que isso mesmo?

kung fu

 

Para um praticante de arte marcial, o movimento corporal entre as diversas formas de defesa pessoal, é mais que um chute ou soco, é o próprio corpo aprendendo, explorando limites e se expressando. Segue abaixo tópicos de um ponto de vista diferente (da mídia) de um simples praticante de Taekwondo : )

Arte Marcial pode ser um excelente exercício aeróbico?

Sim porque durante o período de um treino comum pode se disser que ele é dividido em 3 partes, o alongamento, aquecimento e por fim os movimentos. Alongamento simples apenas para distensionar  a musculatura. Aquecimento onde é exercitado todos os músculos do corpo com movimentos rápidos, corridas e saltos para uma melhor agilidade e condicionamento físico. Por fim o conhecimento mais profundo sobre a disciplina.

Auto-reconhecimento, concentração e disciplina

Em qualquer academia de luta que se dá o respeito, existe uma hierarquia que se deve respeito e disciplina. O conhecimento sobre a filosofia que forma não somente um lutador, mas também um homem de verdade, é passado através do mais graduado para o menos graduado. Fazendo dos conceitos criados a milênios de anos atrás uma filosofia de vida.

Qual arte marcial mais completa e eficiente?

O melhor estilo de luta é aquela que seu corpo melhor expressa…

“Não há modo certo e modo errado em luta. O modo certo para um homem grande pode não ser o modo certo para um homem pequeno. O modo certo para alguém lento pode não ser o modo certo para alguém rápido. Cada pessoa precisa compreender seus pontos fracos e seus pontos fortes.”

– Bruce Lee

É necessário lutar durante as aulas?

Não. Se seu objetivo seja apenas hobby, diversão ou exercícios físicos você deve deixar bem claro a seu professor antes de iniciar as aulas.

Quanto vai me custar ser um lutador?

Pode ser mais barato que imagina de  inicio precisará apenas de uma roupa flexível, e quando sentir falta e achar necessário adquira a roupa adequada,luvas e protetores. Mas basicamente o investimento inicial é de mensalidade da academia que se encontra a partir de R$:50,00,roupa adequada a partir de R$100,00 e futuramente um enxame para graduação de nível a partir de R$70,00.

Como evitar manchas nas mãos

Um dos maiores fatores para o aparecimento dessas manchas e que levam ao envelhecimento precoce das mãos é a exposição ao sol. Aprenda dicas caseiras de como evitar manchas nas mãos de forma simples e prática.

Mas antes de falar como evitas manchas nas mãos, eu gostaria de dar-lhes a devida importância que merecem. Queria que nesse momento você parasse de ler esse texto e desse uma boa olhada em suas mãos.

Mesmo com todo avanço tecnológico mundial, o homem ainda não foi capaz de criar uma ferramenta tão completa, perfeita, precisa e sensível como nossas mãos! Elas desempenham tarefas incrivelmente precisas e vitais para nossas vidas; mas infelizmente por causa do nosso dia a dia corrido, muitas vezes esquecemo-nos delas.

Fiz questão de falar sobre a importância das mãos porque as pessoas só lembram que devemos usar protetor solar no rosto e as mãos acabam ficando fora dessa proteção. Um erro clássico que pode e deve ser corrigido a partir de agora.

Bom, já lembramos que somos afortunados por termos essa ferramenta tão especial, vamos aprender como evitar manchas nas mãos com dicas caseiras bem simples e fáceis que irão se tornar um bom hábito diário.

Conheça agora meus segredinhos caseiros de como evitar manchas nas mãos que me foram passados pela minha avó. E acredite, funcionam até hoje!

Maneiras caseiras

evitar manchas na mao

Esfoliar as mãos pelo menos uma vez por semana

Um ótimo esfoliante caseiro é misturar açúcar com mel e friccionar nas palmas e dorsos das mãos. Essa mistura simples elimina a pele morta e revitaliza as mãos.

Hidratar sempre

A hidratação diária ajuda a manter nossas mãos mais bonitas, saudáveis e com aspecto mais jovem. Toda mulher que se preze, tem pelo menos um hidratante em casa. Então não se esqueça de usá-lo sempre que notar que suas mãos estão ressecadas e principalmente à noite.

Protetor solar é a palavra de ordem

Você sabia que mesmo quando não estamos expostos ao sol devemos usar protetor solar? Mesmo em dias nublados o sol está lá e os raios ultravioletas também! Sem contar as luzes artificiais como o monitor do seu computador também conta.

Vale lembrar que os efeitos do sol são cumulativos. Ou seja, funciona como uma poupança indesejada. A exposição excessiva na adolescência apresentará seus resultados maléficos na maturidade.

Essas são algumas dicas importantes de como evitar manchas nas mãos que funcionam preventivamente também para o tão temido câncer de pele.

Caso você já tenha algumas manchas, essas dicas de como evitar manchas nas mãos, irão prevenir o aparecimento de novas.

Claro que não devemos esquecer que hoje já temos no mercado nacional, vários tratamentos e cremes específicos que em alguns casos conseguem eliminar as manchas satisfatoriamente.

Nesse caso o mais aconselhável é consultar um dermatologista e a partir desse tratamento você saberá como evitar as manchas nas mãos futuramente.

Então meninas, agora que já sabemos como evitar manchas nas mãos, vamos cuidar dessa ferramenta maravilhosa com todo amor e carinho. Afinal, dar carinho é uma das principais funções das nossas mãos.